Por Mariana Landim – Assessoria de Comunicação do Chapada*

Na última quinta-feira (30/01), como parte das ações do Projeto Juventude e Agroecologia, desenvolvido pelo Centro de Habilitação e Apoio ao Pequeno Agricultor do Araripe (Chapada), aconteceu um intercâmbio envolvendo 16 jovens do distrito de Nascente, município de Araripina (PE). A iniciativa contou com o apoio do Projeto Venda Certa II, que é executado pelo Centro de Assessoria e Apoio aos Trabalhadores e Instituições Não Governamentais Alternativas (Caatinga) em parceria com o Chapada. A ideia foi dar continuidade ao processo de criação da rede de jovens em Araripina multiplicadores da agroecologia no campo.

A visita iniciou no Sítio Samambaia, na propriedade do agricultor Severino Vicente, mais conhecido como Biu. Lá, o grupo conheceu a produção agroecológica da família e a diversidade nos canteiros de hortaliças. Além disso, o anfitrião explicou como é feito a preparação do solo, a rotação de cultura, compostagem orgânica e outras práticas que ele utiliza nas áreas de plantio que têm uma base totalmente agroecológica. Os jovens também tiveram a oportunidade de discutir sobre os canais de comercialização, tais como as feiras agroecológicas, Programa Nacional de Alimentação Escolar, Programa de Aquisição de Alimentos, espaços de comercialização agroecológicos e estabelecimentos comerciais em geral.

O segundo momento do intercâmbio foi na propriedade do jovem agricultor Mikael Glemes, que mora no Sítio Saquinho. Durante a visita, os jovens puderam conhecer o agroecossistema implementado na unidade familiar: roçado, pomar, criatório de peixes, galinha capoeira, suínos, ovinos e bovinos para produção de leite. O agricultor também explicou como produzir húmus de minhoca e curva de nível para terrenos em declive.
Segundo Mikael, a agricultura é a sua principal fonte de renda, inclusive porque lhe garantiu uma formação superior. Atualmente o jovem consegue conciliar às atividades na propriedade com outra ocupação na cidade.

1ª edição
Em dezembro, ocorreu a primeira edição do Projeto Juventude e Agroecologia. Os jovens se reuniram no distrito de Nascente, município de Araripina. Na ocasião, os participantes puderam debater sobre convivência com o Semiárido, produção orgânica e geração de renda, empreendedorismo rural além de uma apresentação feita pelo Chapada sobre o trabalho da organização ao longo dos seus 25 anos de atuação na região.

Além disso, foi discutido sobre o cultivo agroecológico da mandioca, consórcio do algodão com gergelim, feijão, milho e o beneficiamento do gergelim em óleo e tahine de forma fracionada. Estas ações são realizadas com a parceria da Ecoararipe.

*com informações do técnico de campo, Hênio Charlles, e da coordenadora de projetos, Valéria Landim.

Fotos: Hênio Charlles

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

limpar formulárioPostar Comentário